Saiba sobre os cuidados com a temperatura das orquídeas

13/01/2017 Flores, Jardim

As orquídeas são flores já conhecidas por diversos admiradores da natureza. Apesar de não serem tão viçosas como algumas outras flores, as orquídeas chamam a atenção pela variedade de cores e principalmente pelo formato diferenciado de suas pétalas.

Sendo uma flor de estatura pequena, as orquídeas atraem a curiosidade e o gosto por se mostrarem extremamente delicadas e exclusivas ao mesmo tempo.

Este tipo de flor está presente em todas as partes do mundo, em todos os continentes, com exceção da Antártica. Diante disso, pode-se dizer que existem diversas espécies de orquídeas, que se adaptaram aos mais diversos climas e ambientes. Por isso, é normal que em cada região as orquídeas não sejam completamente iguais, uma vez que as grandes diferenças de ambiente e temperatura pede que elas se adaptem às condições.

Dessa forma, existem orquídeas que podem ser cultivadas nos troncos das árvores, ou em meio à relva, nas savanas e campinas. Elas podem apresentar condições de cultivo em ambientes com abrigo do sol, ou ainda, permanecerem expostas ao sol e se adaptarem a essa exposição. Existem também as orquídeas que crescem sob as pedras, ou sob a areia da praia. E por fim, como uma raridade, existem as orquídeas que são cultivadas em meio aquoso, como nos brejos, por exemplo.

Aqui no Brasil, por conta do clima tropical e úmido, a espécie predominante de orquídea são as epífitas, ou seja, as que podem ser cultivadas em troncos de árvores. É importante destacar que, apesar de se firmarem nos troncos, as orquídeas não sugam os nutrientes da árvore em que está instalada, utilizando-a apenas como uma sustentação para suas raízes, caule, folhas e flores.

Por isso, se estiver pensando em cultivar orquídeas, escolha por essas que se adaptam aos galhos e troncos de árvores, pois as chances de você conseguir vê-la florescer mais de uma vez são bem maiores.

Além de abrigá-las nesses ambientes, é importante prestar atenção em outros detalhes e cuidados para prolongar a vida da sua orquídea. Confira:

1 – Luminosidade

É importante que o ambiente em que a orquídea irá ficar seja bem iluminado. Algumas dessas orquídeas podem ser cultivadas em vasos e, desde que se tome os cuidados necessários, há grandes chances de ela florescer. Nestes casos, é importante deixá-las em um lugar com bastante luz ou colocá-las para tomar sol até as nove horas da manhã e depois das quatro horas da tarde. Lembre-se: uma orquídea que não toma sol, não floresce.

2 – Irrigação

É fundamental tomar cuidado com a irrigação da sua orquídea. Os vasos ou as raízes precisam estar sempre úmidos, no entanto, não encharcadas. Diante disso, é melhor optar pela falta de água do que pelo excesso. Para os vasos, não deixe o pratinho embaixo, pois isso faz com que as raízes apodreçam.

3 – Ambiente ventilado

As orquídeas também precisam estar instaladas em ambientes com ventilação. Mas deve-se tomar cuidado para que a intensidade do vento não seja muito forte, pois as suas folhas e pétalas são delicadas e podem ser destruídas com vento muito intenso.