Quais fertilizantes podem ser usados na phalaenopsis?

21/04/2017 Flores, Jardim

As orquídeas são plantas com uma infinidade de espécies e estas, por sua vez, são bastante variadas quanto às características e aos cuidados. Maiores, menores, brancas, roxas, amarelas, com longos períodos de floração ou florindo uma vez ou outra… A melhor parte das orquídeas é que sempre há uma que atende às suas necessidades.

Uma das espécies mais comuns é a phalaenopsis: não só pela facilidade em encontrar para venda, mas também pela sua beleza e necessidades que não exigem muita experiência de quem cuida.

A etapa da nutrição é uma das mais importantes para qualquer planta (e não seria diferente com as orquídeas phalaenopsis). Como você já pode ter visto aqui, há alguns segredos que podem te ajudar a manter a saúde da sua phalaenopsis em dia por meio da nutrição. De qualquer maneira, o fato é: muito provavelmente você vai precisar recorrer à adubação; e é aí que a dúvida surge. Quais fertilizantes eu posso usar na minha phalaenopsis?

No post de hoje, nós separamos 2 opções que podem te ajudar a melhorar a nutrição das suas orquídeas!

1) Fertilizantes químicos para orquídeas

Você já deve estar farto de saber que os fertilizantes químicos são muito utilizados e recomendados para a nutrição de orquídeas. Isso se dá por diversos fatores: da praticidade à eficiência, essas são, de longe, a opção com maior número de benefícios quando o assunto é alimentar flores, plantas e jardins. Entretanto, dizer que você deve utilizar fertilizantes químicos é muito vago, já que as opções de adubos nesse formato são inúmeras: existem os diluídos, os líquidos, os completos, os específicos, etc.

Fertilizantes diluídos

É muito importante que a sua phalaenopsis receba o fertilizante de maneira diluída. Isso porque, no caso dos fertilizantes sólidos e granulados, as chances de você intoxicar a sua orquídea por excesso de salinização são consideravelmente grandes. Por isso, a melhor maneira de adubar as suas orquídeas é utilizando um fertilizante projetado para diluir! Mas, ainda assim, a recomendação não para por aqui…

Fertilizantes líquidos

Entre as opções de adubo para diluição, estão os fertilizantes em pó, que devem ser misturados à água até incorporarem 100% e há também os fertilizantes que já são líquidos, bastando apenas dissolvê-los levemente em água. As opções já líquidas são bastante interessantes por serem mais fáceis de preparar, mais eficientes na absorção, mais seguras de serem dosadas e também mais econômicas, já que um frasco costuma render muitos litros.

Uma dica importante para quem deseja fertilizar suas orquídeas com as opções líquidas ou diluídas é não regá-las após a aplicação: lembre-se de que o seu fertilizante foi diluído em água; logo, a sua orquídea já está recebendo uma boa dose durante a aplicação, não sendo necessária a rega no mesmo dia ou no dia seguinte.

Entre as opções de fertilizantes líquidos, há uma série de produtos: as versões únicas para nutrição de um elemento específico, as versões NPK compostas pela tríade nitrogênio, fósforo e potássio, com diversas dosagens (04-14-08, 10-10-10, 20-20-20, etc) e as versões completas.

Fertilizantes completos

Como você pode imaginar, as versões completas são as mais indicadas por motivos simples: elas são completas. Imagine a quantidade de trabalho, paciência e tempo que você precisaria ter para administrar separadamente os vários elementos importantes para a nutrição da sua orquídea. Além do custo, é claro.

Para isso, existem os fertilizantes completos para orquídeas, que trazem todos os nutrientes básicos e essenciais para uma boa nutrição, além de estarem equilibrados nas quantidades que a sua orquídea precisa! Sem dúvidas, a opção mais prática e segura para garantir que as suas orquídeas tenham sempre à disposição os nutrientes adequados.

2) Fertilizantes orgânicos

No caso das phalaenopsis, é interessante que você utilize os fertilizantes químicos, regularmente e conforme as instruções do fabricante. Porém, você pode complementar a nutrição da sua orquídea com aplicações esporádicas de fertilizantes orgânicos. A cada 3 ou 4 meses, por exemplo, aplicar farinha de osso e torta de mamona pode ajudar na ação dos fertilizantes químicos que já são utilizados semanalmente, quinzenalmente ou mensalmente.

Agora que você já conhece mais sobre as opções indicadas para o uso nas phalaenopsis, que tal saber mais profundamente sobre como a combinação de phalaenopsis e fertilizantes líquidos pode fazer milagres pela sua planta?

6 dicas para adubar a sua phalaenopsis da maneira certa

a sua phalaenopsis precisa de um fertilizante completo