Jardim vertical: o que é e quais as opções?

15/02/2017 Jardim, Paisagismo

Quando o assunto é paisagismo e jardinagem, as novidades estão sempre a todo vapor. Novas combinações, novos formatos, novas ideias: a cartela de opções tem aumentado a cada dia mais, para a alegria dos mais diversos tipos de gosto.

Quem mora em apartamento ou tem pouco espaço pode, em um primeiro momento, achar que está em desvantagem quando o assunto é jardim. Mas toda essa variedade, aliada às mais diversas tendências, traz uma série de opções para deixar os pequenos espaços cada vez mais verdes. É o caso do jardim vertical!

O que é um jardim vertical?

Você com certeza já deve ter visto casas cujos muros são cobertos por plantas; esse é um tipo clássico de jardim vertical. Porém, a inovação tem trazido outros formatos para a ideia: há opções para varandas, para jardins e até para dentro de casa, como em salas e banheiros (sim, banheiros!).

Os jardins verticais nada mais são do que uma maneira de organizar, com os mais variados materiais, plantas e flores no sentido vertical, seja apoiados em paredes ou até mesmo suspensos.

Quais as opções de jardim vertical?

Há várias opções de como construir o seu próprio jardim vertical, variando de acordo com o material a ser utilizado.

Alambrados

Os alambrados são opções práticas e mais em conta para quem deseja ter seu próprio jardim vertical. Nos arames você pode fixar vasinhos dos mais diversos tipos e tamanhos, podendo fazer combinações incríveis e diferentes.

Vasos de parede

Há também a opção de montar um jardim vertical de maneira muito, muito simples: agrupando vasos próprios para fixação em parede. Você pode colocar vários ou só alguns, todos de uma só cor ou coloridos; a criatividade é quem manda!

Garrafa PET

A ideia é super sustentável e criativa. Você pode adaptar garrafas PET para que flores e plantas possam ser plantadas dentro do recipiente. Depois, você pode montar um painel na parede ou então deixá-las suspensas.

Painel de madeira

Hoje em dia, há opções praticamente prontas para quem deseja ter um jardim vertical. É bastante fácil encontrar em várias lojas painéis de madeira, com alguns 2, 3, 4 ou mais vasos já fixados. Nesse caso, basta parafusar o painel na parede desejada e plantas as flores nos vasinhos.

Blocos de concreto

Há duas opções para quem deseja um jardim vertical com blocos de concreto: o bloco de concreto fundido e o socado. A diferença básica entre os dois é que o fundido é mais utilizado para jardins verticais contínuos, isto é, sem intercalações, e o socado é a opção para quem prefere o jardim de maneira intercalada. Esses modelos são indicados tanto para o apoio em muros (impermeabilizados, é claro) quanto sem, considerando que os blocos têm nichos que permitem a passagem de vigas de sustentação.

Wall Green

É um sistema modular para jardins verticais, ou seja, você pode organizá-lo como preferir, deixando a criatividade tomar conta. São kits com estruturas de plástico injetado que podem ser fixadas sobre várias superfícies, formando diferentes modelos!

Green Wall Ceramic

São blocos de cerâmicas para serem fixados em paredes com o auxílio de argamassa. Se o jardim pretendido for de grande extensão, é necessário um sistema de irrigação específico, por gotejamento.

Já escolheu o seu tipo de jardim vertical? Hora de pôr a mão na massa! Você também pode ler mais sobre cuidados com o jardim para manter o seu sempre saudável e bonito!

pragas-mais-comuns

cuidados e nutrição planta 100