Grama seca: o que fazer?

23/10/2019 Jardim
o que fazer com a grama seca

Plantar, regar, adubar, podar… Os cuidados que um jardim despende, do momento em que é plantado até se desenvolver totalmente, são frequentes. Porém, na correria do dia a dia, um cuidado ou outro pode acabar sendo deixado de lado. O resultado disso é sempre categórico: um jardim pobre e mal cuidado.

Quando o deslize inclui as regas, o prejuízo costuma impressionar. Afinal, ninguém se sente bem quando se depara com um jardim ressecado e cheio de falhas. Mas o que poucos sabem é que um gramado sempre tem salvação! A única coisa que faz com que a grama seca precise ser retirada por completo é a troca por uma outra espécie.

Mas, então, o que fazer quando a grama seca parece não ter solução? Nós separamos algumas dicas para te ajudar a recuperar o seu jardim ressecado!

 

Identifique o motivo do estrago

Um gramado pode acabar ressecando por diversos motivos. Pode ser por falta de água — motivo mais comum —, por excesso de pisoteio, por conta de urina de animais e até mesmo por excesso de fertilizantes.

Por isso, o primeiro passo para tratar do seu jardim é descobrir que está fazendo com que ele fique daquela maneira. Se o problema for do tipo recorrente, isto é, que pode vir a acontecer novamente mesmo depois que o jardim for recuperado, é preciso tomar algumas iniciativas de prevenção. Se a causa para o estrago na sua grama for o pisoteio, por exemplo, é necessário orientar as pessoas do local a não transitarem pela grama. Se for o caso, vale até cercar o espaço. No caso do problema ser os animais, vale a mesma coisa: criar alternativas que impeçam o animal de estragar o espaço.

Mas se o problema for a falta de água, não tem jeito: você vai precisar dar mais atenção ao seu jardim. A falta de água pode até ter solução, mas de nada adianta salvar o jardim e deixá-lo ressecar novamente.

 

Regue abundantemente

Depois de identificar a causa do ressecamento do seu gramado, é hora de agir na recuperação. Em qualquer caso — mas principalmente se o problema tiver sido falta de água —, uma boa e abundante rotina de regas é o primeiro passo para restaurar o seu gramado. Mas atenção: a rega deve ser abundante, mas não excessiva! Nada de encharcar o gramado e a terra. O ideal é que você sinta que a terra está molhada, mas não aguada.

Uma boa maneira de garantir uma rega regular e uniforme é fazer uso de esguichos, por exemplo.

 

Conserte as falhas

Se o seu gramado apresenta grandes falhas, é preciso recorrer à reposição. Mas não se trata de repor o que falta; a solução é ainda mais simples. A grama é um tipo de planta que se alastra muito facilmente; por isso, basta pegar uma touceira e transplantá-la para a região deficiente. Com os devidos cuidados, a planta logo se espalhará e cobrirá a área prejudicada.  

 

Faça a adubação

Depois de consertar as falhas, uma boa pedida é adubar a região, para que a planta tenha nutrição suficiente nessa nova fase. Porém, é preciso muito cuidado com a fertilização, que pode se tornar inimiga se não for realizada corretamente.

Os fertilizantes — sobretudo os granulados — podem acabar queimando o gramado se forem administrados em excesso.  Além disso, uma aplicação desuniforme prejudicar o desenvolvimento da extensão.

A melhor opção nesses casos é o uso de fertilizantes líquidos. A versões completas, principalmente, já que são formuladas na medida certa para a necessidade do seu gramado. Além disso, por serem diluídos em água, hidratam a grama seca enquanto nutrem.

 

Cuide constantemente

O último passo — e o mais importante! — é realizar os cuidados básico e de manutenção durante todo o processo de recuperação da grama. Regue, adube e pode sempre que for necessário!

Agora que você já sabe como recuperar sua grama seca, é hora de colocar a mão na massa! Separe o regador, a pá e o fertilizante e tenha de volta um jardim de encher os olhos! Se você ainda não conhece um bom fertilizante para te auxiliar nessa recuperação, conheça o Planta 100. Excelência em fertilização completa e balanceada para plantas ornamentais, gramas e frutíferas!