Como usar espécies de orquídea na decoração?

22/11/2017 Flores, Paisagismo
Espécies de orquídea na decoração

Engana-se quem pensa que ter uma variedade de espécies de orquídea é coisa somente para colecionadores e cultivadores. É possível usar e abusar da diversidade dessa planta na hora de decorar os cômodos da sua casa. Para isso, é preciso saber escolher os locais que receberão a planta e atentar-se às exigências de cada espécie.

Neste post, nós preparamos algumas dicas para você saber como combinar espécies de orquídea em diferentes cômodos da casa! Veja abaixo.

 

1) No quarto

No quarto, há ótimos espaços que podem ser ocupados por orquídeas. As cômodas são clássicas, mas o que poucos sabem é que as orquídeas podem embelezar ainda mais os criados-mudos. Para que o espaço não perca sua funcionalidade, bastante se atentar ao detalhe de deixar somente a planta e mais algum ornamento sobre o móvel.

Espécies de orquídea na decoração de quarto

Quanto às espécies, o ideal é que sejam as mais resistentes. As Phalaenopsis e as Cattleyas são mais fáceis de serem cuidadas e têm uma boa adaptação. Uma dica importante, independente do cômodo que receberá a orquídea, está relacionada ao ar-condicionado. Se o cômodo conta com o aparelho, sendo frequentemente utilizado, é preciso cuidar bastante das regas da orquídea. Isso porque as orquídeas são plantas que precisam de um ambiente na medida certa quando o assunto é a umidade. O ar muito seco pode ser prejudicial e faz com que seja necessário sempre verificar a umidade do substrato e manter as folhas e flores bem hidratadas. Mas cuidado com os excessos: podem favorecer o surgimento de fungos ou apodrecer as partes.

 

2) Na sala

A sala tem uma série de lugares onde colocar um exemplar de orquídeas. Prateleiras, móveis, aparadores, etc, são alguns exemplos. Um lugar que costuma ficar ainda mais charmoso com a presença e uma orquídea é a tradicional mesa de centro. Por dar um toque a mais de cor e delicadeza, as orquídeas deixam o centro da sala ainda mais agradável. Mas é preciso cuidado: veja se a orquídea não é alta demais, caso contrário pode acabar bloqueando a visão, sobretudo se a sala contar com televisão.

Espécies de orquídea na decoração de sala

É comum, também, deixar um vaso de orquídea na mesa entre sofás ou nos cantos da sala. Nesse sentido, não há maiores preocupações quanto à altura da planta; muito pelo contrário, já que a orquídea pode auxiliar em uma decoração mais vertical no ambiente.

Para a escolha das espécies, vale a mesma dica do tópico anterior, que se aplica aos ambientes internos de um modo geral.

 

3) Na varanda

Poucas pessoas pensam na decoração de varandas e áreas externas. Aquele espaço que você tem, com algumas cadeiras e uma rede, pode receber muito bem um vaso de orquídea. As áreas de churrasco, por exemplo, ficam ainda mais vivas com um toque de cor! Mas atenção: evite deixar a planta muito próximo do calor e da gordura.

Nas áreas externas, é preciso escolher uma orquídea compatível com o clima da região em questão. Também é preciso se atentar se, em determinadas épocas do ano, é comum fazer frio. Dessa maneira, é preciso considerar espécies de orquídea mais resistentes ao frio. O mesmo vale para o calor!

 

4) No home office

Não há nada melhor do que deixar o seu local de trabalho mais aconchegante e harmonioso. E é exatamente este o poder que as plantas têm — sobretudo as orquídeas. Opte por colocá-las sobre a escrivaninha ou em algum nicho ou prateleira. As orquídeas Phalaenopsis são ótimas opções pois encontram-se em diversas cores, o que facilita na hora de compor a combinação.

Agora que você já sabe como utilizar orquídeas na decoração de cômodos, que tal ler um pouco sobre adubação de orquídeas? Veja tudo sobre fertilizantes completos e fertilizantes NPK.