5 tipos de grama para você escolher o seu

15/03/2017 Sem categoria

De crescimento acelerado ou lento, com folhas estreitas ou largas, mais macias ou mais rígidas, de cor vibrante ou mais apagada: a variedade de tipos de grama é imensa. Você pode até pensar, em um primeiro momento, que todas são iguais, mas a verdade é que as opções são muitas e cada uma tem suas particularidades.

Saber escolher o melhor tipo de grama para o seu ambiente e para a finalidade que você procura é essencial para que o seu jardim ou espaço tenha o melhor resultado possível. Fatores como tipo de solo, incidência de luz solar e frequência de pisoteio são só algumas das influências sobre o crescimento e desenvolvimento da sua grama. Por isso, conhecimento é fundamental na hora da compra! Veja abaixo os tipos mais comuns de grama e suas características e cuidados:

1. Esmeralda

Este é o tipo mais comum de grama que encontramos por aí. É uma grama de clima quente, mas que lida bem com o frio moderado; porém, temperaturas muito baixas podem fazer com que a planta adquira uma pigmentação em tons de marrom, perdendo o verde característico que dá o nome popular à espécie.

A melhor maneira de cultivá-la é em ambientes que recebem bastante sol, mas também um pouco de sombra. A espécie até se desenvolve em espaços cujo tempo de sombra é maior, mas o reflexo disso pode ser notado: o gramado não será concentrado e “cheio”.

O maior atrativo deste tipo de grama é, além do preço, a resistência da planta: pode ser plantada em áreas de pisoteio.

As características da grama esmeralda são: folhas finas e estreitas em tons de verde esmeralda.

(Fonte: Decorando Casas)
(Fonte: Decorando Casas)

2. Batatais (ou grama Mato Grosso)

Com folhas longas e de textura firme, é um tipo de grama bastante indicado para campos de futebol e outros locais com bastante tráfego. O solo que irá receber este tipo de grama não precisa ser extremamente rico, mas adubar e regar de vez em quando faz bem. A grama Batatais não é recomendada para ambientes com muita sombra: ela gosta mesmo é de bastante sol.

3. Bermuda

A vantagem da grama Bermuda fica por conta do rápido crescimento e desenvolvimento da planta. As folhas são finas e, pela resistência e poder de regeneração, é a grama mais recomendadas para áreas esportivas (mais do que a grama Batatais, por exemplo).  

Planta de clima muito quente, precisa de muito sol e não resiste nem mesmo à sombra de árvores ou muros. Tem boa tolerância a insetos e o solo ideal deve ter o pH neutro e bons níveis de fósforo; além disso, a manutenção deste tipo de gramado é diferenciada: por conta do crescimento mais do que acelerado, as podas devem ser frequentes, assim como as regas.

(Fonte: Central da Grama)
(Fonte: Central da Grama)

4. Coreana (também chamada de Japonesa, Mascarenha ou Veludo)

Com textura muito macia, as folhas são finas e proporcionam um efeito visual bem interessante. Este tipo de grama é bastante sensível e, por isso, nem pense em plantá-la onde haverá trânsito de pessoas e animais.

O crescimento é lento, eliminando o trabalho com podas frequentes; é uma planta que precisa de adubação periódica e boa irrigação, além de ser a espécie com menor tolerância às baixas temperaturas.

(Fonte: Central da Grama)
(Fonte: Central da Grama)

5. São Carlos

Este é o tipo ideal para quem busca gramados densos! As folhas são largas e lisas e é bem tolerante ao pisoteio e a ambientes encharcados, vivendo bem em ambientes com dificuldades de drenagem de água; o tempo seco é fatal para este tipo de grama. Também é pouco resistente ao frio e ao sal, não sendo recomendada para regiões de litoral.

A manutenção é simples: regras frequentes, a fim de manter o solo sempre úmido, e podas quando a grama atinge cerca de 3 centímetros.

Entendeu como é importante conhecer os tipos de grama para ter um jardim sempre bonito e vistoso? Compartilhe esta dica com quem também está pensando em começar um jardim!

como livrar seu gramado de ervas daninhas

como plantar grama