As 5 plantas mais comuns para jardim

28/06/2017 Jardim
quais são as plantas mais comuns para jardim

Atualmente, todos os lares trazem seu toque de verde. Das casas espaçosas até os apartamentos, que contam com jardins verticais e vasos, o toque da natureza faz toda a diferença no ambiente!

Para quem não tem muito tempo para aprender sobre paisagismo, não há com o que se preocupar: as plantas mais comuns são igualmente bonitas e, na maioria das vezes, despendem menos trabalho.

Você conhece alguma? Pode até pensar que não, porém você já deve ter visto vários exemplares das espécies desta lista! Confira:

 

1) Begônia

Folhagens e arbustos têm seu charme, mas todo jardim precisa de flores. A begônia é uma flor de clima tropical e não se adapta muito bem à luz intensa e à chuva. Trata-se de uma espécie bastante sensível; portanto, tenha cuidado com os excessos: seja de água ou de temperaturas — muito altas ou muito baixas.

No mais, os cuidados não exigem muito esforço: regas a cada 4 dias, mais ou menos (sem encharcar o solo e molhar as flores e folhas); plantio em solo ácido ou misto e em vasos com espaço suficiente para o desenvolvimento da planta.

 

 

2) Espada de São Jorge

Clássica nas casas de mães e de avós, a Espada de São Jorge é bastante famosa. Conhecida como uma planta purificadora, ela limpa o ar dos compostos benzeno, metanal, tricloroetileno, xileno e tolueno, além de trabalhar na produção de oxigênio à noite. E também é por essa característica que a Espada de São Jorge é popularmente conhecida como neutralizadora de energias negativas.

Trata-se de uma planta que necessita de regas em intervalos bastante espaçados; 20 dias é o tempo ideal. De alta resistência, o crescimento é lento; não espere que os seus exemplares estejam grandes e vistosos em poucas semanas.  A planta é bastante resistente ao frio e ao calor, mas gosta mesmo é meia-sombra e algumas doses de sol intenso.

Informação importante: a Espada de São Jorge é uma planta tóxica aos animais, tome cuidado!

(Fonte: Quintal Di Casa)

 

3) Lírio da Paz

De folhas em tom verde escuro e flores brancas e resistentes, você já deve ter se deparado várias vezes com um Lírio da Paz. Fãs de ambientes quentes, úmidos e fartos de luz indireta, são plantas que pedem um solo com boa drenagem e riqueza de nutrientes. Vale lembrar que não é uma planta com boa tolerância ao frio; portanto, se você mora em regiões de frio recorrente, plantá-las em jardins ao ar livre não é uma boa ideia.

 

4) Bromélia

Ótima para jardins com bons espaços, as Bromélias são plantas de meia sombra e traz folhas zebradas e inflorescências em tons de vermelho, gerando um contraste bem interessante em termos de paisagismo. Necessita de solo bem drenado e as regas devem ser controladas: o “copo” da planta deve ser bem hidratado, porém, as raízes não podem ser encharcadas. Vale lembrar que trata-se de uma planta morre após o florescimento, deixando brotos para o crescimento de novas plantas.

5) Palmeira Ráfis

Também muito comum, a Palmeira Ráfis lida muito bem em jardins abertos e poucas espécies se adaptam aos ambientes internos. É uma planta bastante resistente e não exige muita manutenção; basta regá-la diariamente em pequena porção. A água em excesso pode prejudicar a espécie! Além disso, é uma planta que, se tiver espaço disponível, tende a atingir grandes medidas; geralmente, até 2 metros de altura.

(Fonte: Mundo das Tribos)

 

O que achou da lista? Já escolheu as espécies para o seu jardim? A escolha de tudo o que vai compor o espaço é extremamente importante, mas saber como cuidar de cada planta é ainda mais! Não há gratificação maior do que ver cada espécie crescer bonita, saudável e bem nutrida! Quer saber mais sobre cuidados com o jardim? Confira: