Por que devo podar minhas flores e plantas

22/12/2016 Sem categoria

Ter um jardim bonito e saudável envolve uma série de cuidados e práticas que vão desde o plantio até o florescimento ou colheita dos frutos. A escolha das sementes, os cuidados com a rega, a adubação e, principalmente, as podas. Para chegar ao resultado de um jardim bonito, saudável e impecável, uma das tarefas mais importantes é de cortar os galhos, folhas, etc. Mas não é assim tão simples, não basta simplesmente aparar: é preciso saber como a poda deve ser feita, em quais épocas do ano ou do desenvolvimento e qual tipo de corte se adequa melhor ao seu tipo de planta. Confira, a seguir, tudo que você precisa saber para podar o seu jardim e deixá-lo incrível!

Por que devo podar minhas plantas?

Plantas e árvores crescem de maneira desregrada e este é um dos principais motivos pelos quais a poda é tão necessária. Outro fator muito importante em favor do corte na jardinagem está relacionado aos hormônios do crescimento; responsáveis pelo desenvolvimento das plantas, este hormônio se concentra nas pontas dos ramos e, ao cortar as pontas dos galhos, este componente também é cortado. Mas, então, estaríamos retirando este hormônio e causando mal à planta? É aqui que acontece a mágica da natureza: com o corte das pontas onde se concentram o hormônio do crescimento vegetal, a planta passará a direcionar o crescimento para outros ramos, onde se encontra uma maior quantidade do hormônio. Assim, o crescimento e a produção são potencializados e a saúde da planta recebe a devida manutenção.

Além disso, o crescimento desregrado das plantas pode fazer com que determinados ramos consumam mais nutrientes da planta, enfraquecendo-a; galhos e folhas mais velhos podem causar sombra aos galhos mais internos, fazendo com que fiquem ressecados e feios. Além disso, devemos lembrar que as plantas não têm como se desfazer de galhos doentes e, por isso, devem receber ajuda para a remoção.

Quando é o melhor momento para podar as plantas?

O melhor momento para realizar a poda das suas plantas é variado. É preciso que você observe o comportamento do seu jardim e conheça muito bem as espécies que você cultiva nele, pois cada tipo despende cuidas diferentes. Algumas dicas são universais: cuidado ao podar plantas jovens, pois os ramos estão em fase intensa de crescimento e um corte errado ou desatento pode causar grandes danos; por isso, é bastante importante ficar atento à qualidade das ferramentas que você utiliza para as podas. Além disso, tente não arrancar os ramos com a mão, pois isso faz com que tecidos das plantas fiquem mais expostos, aumentando as chances de contaminação por pragas.

Quais os tipos de poda mais comuns?

 

Podas de formação

Tem o objetivo de modelar e trata-se de remover os locais onde não se deseja que nasçam mais ramos e de cortar os galhos desproporcionais.

Podas de floração ou frutificação

As plantas frutíferas são as que mais precisam de cuidados específicos quando o assunto é poda. Este tipo de corte tem como objetivo otimizar a produtividade da planta e melhorar a qualidade das flores e dos frutos.

Podas de renovação

Este tipo de poda tem como objetivo a remoção dos galhos doentes e sem utilidade, deixando a planta mais saudável e jovem. É útil também para a limpeza e para atuação contra as pragas, visto que as ramificações afetadas são retiradas, evitando o progresso da contaminação.

Podas de raízes

É utilizada somente quando a raiz da planta acaba se tornando um problema, como quando atinge calçadas, encanamentos, etc.

Além da poda, o que mais pode deixar meu jardim mais bonito?

A poda é, sem dúvidas, uma prática muito importante para a saúde e qualidade das plantas. Aliado ao corte, os fertilizantes podem trazer resultados excelentes para o jardim; potencializando o crescimento e atuando na manutenção da saúde das plantas, o fertilizante é quem proporciona o espaço para que a poda atue de maneira eficiente!

Agora que você já conferiu algumas dicas sobre como a poda pode te ajudar a manter um jardim bonito e saudável, é hora de colocar tudo em prática!